Notícia – Gabarito de prova VAZA antes da publicação oficial

Nunca antes na história dos Exames para admissão aos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), se assistiu a um festival de informações desencontradas e acontecimentos — para se dizer, no mínimo, estranhos!

Em primeiro lugar, a polêmica sobre a redação da questão prático-processual da Prova de Direito do Trabalho, que culminou num movimento inédito, articulado virtualmente, mas que conseguiu chamar a atenção da mídia.

Diante dos boatos, a OAB adotou a velha tática do “silêncio” e não se pronunciou oficialmente sobre o Manifesto, que foi protocolado em praticamente todas as seccionais, em momento algum. Porém, enquanto isso, o Presidente Nacional da entidade, foi à imprensa para opinar sobre o caso da universitária hostilizada na UNIBAN.

Em 10/11, a CESPE — responsável pela elaboração do certame — publicou em seu site de notícias, que o resultado do Exame OAB seria divulgado em 11/11/2009  antecipando em 5 dias a data previamente informada.

gabarito-4

Os olhos atentos de vários examinandos mobilizados em todo Brasil, começaram a dar ampla divulgação sobre o fato e menos de uma hora depois, a CESPE retira a informação do site, deixando no ar a impressão de que quer-se-ia pegar ‘todo mundo de surpresa’ e reduzir o prazo para interposição dos recursos (que devem ser feitos em 3 dias úteis seguintes à divulgação do resultado oficial).

Ainda, no mesmo dia 10, a OAB divulga e aprova um novo Provimento, endurecendo as regras para o Exame de Ordem, proibindo na 2ª fase, consulta à QUAISQUER LIVROS exceto ‘lei-seca’.

Em 11.11.2009 foi hospedado no site 4Shared, um arquivo PDF contendo um suposto “Espelho de Correção”, que logo espalhou-se entre os examinandos, causando estranheza e perplexidade, pois desde que o exame tornou-se unificado, não houve publicação de ‘gabaritos oficiais’ das provas subjetivas.

gabarito-1

Mais uma vez, a OAB questionada, resolveu desmentir a informação, dizendo que o espelho era falso, tendo inclusive alguns Blogs especializados no Exame de Ordem, terem endossado tal informação.

gabarito-3

Eis que hoje, dia 12/11, a CESPE publica oficialmente o MESMO gabarito ‘supostamente apócrifo’ como sendo o gabarito oficial!

gabarito-2

Para uma instituição como a OAB que prima pela Justiça, Ética e Transparência, esta sucessão de fatos e peripércias da CESPE põem em xeque a credibilidade da lisura do certame. E acende um ‘sinal de alerta’ entre os examinandos.

Não podemos aceitar que tais fatos permaneçam sem uma explicação oficial e plausível. É necessário que a grande mídia e o Ministério Público Federal, intervenham, trazendo à tona todos os fatos e responsabilizado os culpados.

Os examinandos — estes sim — não podem ser os prejudicados por tais atitudes reprováveis. O que se espera, no mínimo, é a anulação do pleito e a aprovação de todos.

Importante destacar que, tais alterações no Provimento para o Exame de Ordem, valem por tempo indeterminado, e foram aprovadas pela atual “Comissão Nacional da OAB”, cujos representantes serão eleitos a partir dos resultados das eleições nas Seccionais, que deverão acontecer no próximo final de semana.

Tudo está estranho…

23 Respostas to “Notícia – Gabarito de prova VAZA antes da publicação oficial”

  1. Elias Says:

    Já conhecemos que a CESPE não é justa e confiável em suas afirmações e procedimentos, inclusive em já ocorreu vazamento de outras provas em anos anteriores, ficando a mesma de molho por um bom tempo!!!
    A prova não apenas merece, mas tem obrigatoriedade de anulução, não apenas pela questão duvidosa, mas pela falta de lizura da instituição.

  2. Márcia Says:

    ouvi boatos que a lista dos aprovados sai hoje. Alguna notícia???

  3. parabens! o blog está lindo!

  4. Kaline Says:

    Vi hoje que saiu o espelho, afirmando que a peça seria consignação em pgmto.
    Alguem sabe o que realmente vai acontecer em relação ao inquerito, se vao aceitar ou se vao anular a prova?

  5. Examinado de Penal Says:

    Comparem o modelo de resposta de PENAL e TRABALHO.

    Isso é um convite para que todos, digo todos, que querem passar no exame da OAB optem por Direito do Trabalho.

    Assim é moleza! O modelo de resposta de Penal são de duas folhas… muuuuuuuitas teses para fazem em pouco tempo, sem considerar as questões, super trabalhosas!

  6. Examinado de Penal Says:

    Sobre a divulgação do modelo de resposta. Vi no site da OAB do ACRE disponível no dia 11/11/2009.

    Hoje mudaram a data para o dia 12/11/2009.

  7. Moura Says:

    Viva ao brasil, dos Poderosos e das impunidades…
    Brasil pais do carnaval e o resto é festa….
    Meus Deus…!!!

  8. GUERREIROS DE LUTA.
    NÃO PODEMOS ESMORECER. PELO AMOR DE DEUS!
    VAMOS FAZER UM MANIFESTO, NOS MESMOS MOLDES, JUNTO AO MPF.
    Tenho certeza que o Ministério Público fará algo por nós. É óbvio que pode ser anulado, pois notório e evidente o vazamento do espelho. Onde está a lisura do exame? Quem garante que alguns amigos de filhos de conselheiros não foram beneficiados com o gabarito das provas? ISSO NÃO PODE FICAR ASSIM.
    Estamos sendo observaods aqui, pois foram ENFÁTICOS no NÃO CABIMENTO DE RT, TJ E IAFG…
    Tem uma menina (acho que é da comunidade do inquérito) que, quando vazou o espelho, protocolou na OAB o espelho em questão. Temos que acha-la e solicitar uma cópia desse protocolo para nos manifestrmos junto ao MPF.
    Vamos agir já!!!!
    BASTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  9. MANIFESTO NO MPF JÁ!!!
    GUERREIROS DE LUTA.
    NÃO PODEMOS ESMORECER. PELO AMOR DE DEUS!
    VAMOS FAZER UM MANIFESTO, NOS MESMOS MOLDES, JUNTO AO MPF.
    Tenho certeza que o Ministério Público fará algo por nós. É óbvio que pode ser anulado, pois notório e evidente o vazamento do espelho. Onde está a lisura do exame? Quem garante que alguns amigos de filhos de conselheiros não foram beneficiados com o gabarito das provas? ISSO NÃO PODE FICAR ASSIM.
    Estamos sendo observaods aqui, pois foram ENFÁTICOS no NÃO CABIMENTO DE RT, TJ E IAFG…
    Tem uma menina (acho que é da comunidade do inquérito) que, quando vazou o espelho, protocolou na OAB o espelho em questão. Temos que acha-la e solicitar uma cópia desse protocolo para nos manifestrmos junto ao MPF.
    Vamos agir já!!!!
    BASTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  10. mauricio Says:

    um absurdo cade a credibilidade da cespe, essa prova terá que ser anulada alem de ter sido mal formulada tem indicios de fraude e a OAB não se pronuncia em nada . será vista grossa ou já sabia do resultado e tem medo de se pronunciar por causa das eleicões .

  11. Isso é uma vergonha, a OAB devia anular esse certame, só porque o presidente da OAB nacional é filho do ministro do STF ele pensa que manda no brasil, ele é um ladão safado que de 4 em 4 meses garimpa 180 rais dos bachareis de dirteito em todo Brasil.

  12. Eliana Says:

    Todos os bacharéis em direito, diante do abuso de poder que sobre nós recai há anos, pedimos a atenção da imprensa, que nos ouça, visto que não temos a quem recorrer.
    É-nos imposto um “concurso” absurdo, o qual tem única e exclusivamente a intenção de promover barreiras, com aplicação de provas que não querem avaliar conhecimento, provas preparadas para induzir a todo custo o examinando ao erro.
    Isto sem contar com o valor absurdo que cobram para a execução deste exame. Hoje fica em R$ 180,00 cento e oitenta reais… e, passando na primeira fase, não conseguindo aprovação na segunda, repete tudo novamente. Outra primeira fase, outra inscrição… mais cento e oitenta reais… Vocês já se perguntaram o quantum, a fortuna que arrecada anualmente a OAB em razão do Exame da Ordem?
    A imprensa, infelizmente, divulga, quase com exclusividade, o “discurso” da OAB, em defesa do Exame de Ordem, sem permitir a divulgação das opiniões jurídicas contrárias.
    Para que fosse mantido o respeito à Constituição, bem como à imparcialidade e à veracidade das informações jornalísticas, essencial em um regime que se pretende seja republicano e democrático, os dirigentes da OAB deveriam sair de seu isolamento, para contestar os nossos argumentos jurídicos, e a imprensa deveria divulgar as opiniões contrárias ao Exame de Ordem, e programar a realização de uma completa reportagem a respeito desse Exame, para que fossem ouvidos os dois lados interessados na questão: os dirigentes da OAB e os bacharéis impedidos de trabalhar pelo Exame de Ordem.

  13. REBECA Says:

    É INACREDITAVEL ISSO CONOSCO. DEVERIAM REAVALIAR ESSA REPERCUSSÃO A NIVEL NACIONAL. A CESPE ESTÁ EM MAUS LENÇOIS.
    NINGUÉM ACREDITA MAIS EM NADA NESSE PAÍS.

  14. Rosemery Says:

    É um genocidio o que estão fazendo com todos nós bachareis… Não da para levar a sério esta nação… Vamos a luta que nem os caras pintadas que colocaram o COLOR para fora da PRESIDÊNCIA…

  15. MARCUS TEIXEIRA Says:

    PESSOAL, TEMOS QUE NOTIFICAR A POLÍCIA FEDERAL, PARA QUE ELA INSTAURE INQUÉRITO POLICIAL PARA INVESTIGAR TUDO.

  16. UMA SAFADEZA… TODOS NÓS TEMOS TOTAIS CONDIÇÕES DE ADVOGAR… ESSA OAB É FROID MESMO, VIU!! TEM Q TER UM MÍNIMO DE BOM SENSO VEI!!! VAMOS INCOMODAR A MIDIA… O MPF… NÃO CRUZEMOS OS BRAÇOS… NÃO PODEMOS SO GRITAR, TEMOS QUE AGIR EFICAZMENTE!

  17. Cristina Says:

    Estou inconformada com a atitude da CESPE. Que injustiça. Que vamos fzer para mudar isto????

  18. Karla Says:

    Em primeiro lugar acredito que o exame de ordem deve continuar sendo aplicado, vez que saem péssimos profissionais dos bancos das melhores faculdades e universidades! O problema é a forma como ele é aplicado, esse esquema de duas fases é tortura, além do fato de se você não passar na segunda fase ter que fazer tudo novamente!
    Quanto a anulação do exame 2.2009, o que posso dizer é que estudei muito, não fui favorecida por qualquer “vazamento” de gabarito (se é que houve), passei e não acho justo ter que passar por toda a tortura novamente, porque no caso de vazamento de gabarito o certame TODO será anulado.
    Apoio aqueles que estão lutando para a anulação da peça trabalhista, vez que realmente o enunciado é confuso, contudo, acredito que o “vazamento” do gabarito é argumento infundado e que se o certame for anulado a injustiça será maior ainda!
    Um dos grandes problemas no Brasil é que quando há alguma mobilização em virtude de uma injustiça, o movimento logo vira bagunça e, assim, perde credibilidade!

    • O EXAME DEVERIA SE VOLTAR PARA O CARÁTER MORAL DO EXAMINANDO… NÃO É A MÁ SORTE DE O EXAMINANDO NÃO CONSEGUIR ACERTAR UMA OU OUTRA PERGUNTA QUE IMPÕE DIZER QUE O MESMO SEJA ESCLARECIDO DO ASSUNTO…

      OUTRA COISA, TEM GENTE QUE ATE CONSEGUE RESPONDER TAL QUAL EXIGEM OS EXAMINADORES, MAS NA PRÁTICA NÃO SE SOBRESSAEM, AO CONTRÁRIO DE OUTROS QUE NÃO CONSEGUEM PASSAR E NA PRÁTICA DÃO UM SHOW DE ADVOCACIA!

      É UM FATO BEM ÓBVIO! BASTA PRESTAR ATENÇÃO!

      • Karla Says:

        Olha Ramon, como eu já disse não sou contra o exame de ordem, muito pelo contrário, só acho que ele é, digamos, mal elaborado e, concordo que deveria ser feito de uma forma que evitasse a aprovação daquele que não tem conhecimento mas sim sorte!!!!
        Agora você me desculpe, mas quem dá um show de advocacia como você diz COM CERTEZA passa pelo exame de ordem, porque quem tem conhecimento passa por um esgotamento nervoso por causa dessa prova, mas obtém a aprovação!!
        Talvez você me questione quanto as “pegadinhas” nas provas, que realmente existem e já ouvi muitos reclamarem que uma prova com “pegadinha” não avalia conhecimento etc etc etc, na verdade “pegadinha” avalia atenção que ao meu ver é tão importante quanto o conhecimento!
        Claro que as vezes ao fazer uma “pegadinha” acabam se perdendo e deixando o enunciado obscuro, dúbio, etc, mas para isso existem os recursos!!!!!

  19. Hélio Abreu Says:

    Estou à disposição para ajudar a encontrar uma solução justa, com regras claras, com parcimônia e com objetivo comum para todos.

  20. RODRIGO Says:

    É incrível como os bacharéis que obtém a aprovação mudam subitamente de opinião. Duvido que alguns que aqui escrevem, acaso não houvessem sido aprovados, esboçariam tais argumentos. Contudo respeito a opinião dos que assim pensam. Não repudio os que são a favor do Exame, de modo algum. A liberdade é direito básico de todos.
    Não é do interesse dos que aqui reclamam seus direitos que aqueles que obtiveram a tão sonhada aprovação tenham a sua avaliação anulada.
    Pelo contrário, pugnam apenas por justiça.
    Discordo veementemente do argumento de que os bem preparados passam nop exame. Alguém disse: “Agora você me desculpe, mas quem dá um show de advocacia como você diz COM CERTEZA passa pelo exame de ordem, porque quem tem conhecimento passa por um esgotamento nervoso por causa dessa prova, mas obtém a aprovação!!”

    Não falo por mim, mas já trabalhei em escritórios renomados em que estagiários dão “aula” para advogado, afora gozarem do total reconhecimento dos sócios.

    Conheço pessoas totalmente despreparadas com OAB, assim como bacharéis plenamente capacitados. Observe-se que os instrumentos de trabalho do advogado são a palavra e a caneta. Infelizmente a Cespe pretende profissionais limitados à caneta.

    O centro promotor da avaliação estabelece critérios objetivos para algo que exige retórica, argumentação.
    Gostaria que o examinador explicasse o porquê do não cabimento da RT na prova de Trabalho. O argumento de que não é apta a afastar a mora é pura balela.
    No caso em questão, como não havia rescisão do contrato, não havia que se falar da indispensabilidade da consignação. Ora, a mera presunção da Súm. 32 do TST admite prova em contrário, prevalecendo o princípio da continuidade da relação de emprego. O empregador não havia como determinar o quantum das verbas rescisórias, uma vez que era possível elidir-se a justa causa por meio de prova do não abandono.

    Por meio da reclamatória trabalhista, dada a convocação para comparecimento em juízo — já que o empregado estava em local sabido e certo, havendo, inclusive, recebido comunicado para retornar ao emprego, contudo jamais da intenção de se rescindir o contrato como deveria ter sido feito pela empresa, através de AR — na audiência inaugural seriam pagas as verbas incontroversas art. 467 CLT, doutro modo as controversas seriam objeto de discussão. Jamais poder-se-ia aplicar a multa do 477, § 8º da CLT, posto que o 477, § 6º só a autoriza 10 dias após a rescisão. Pasmem, nunca houve rescisão do contrato. Não havia risco de demora.

    Agora pergunto quem respondeu dessa forma não conhece do Direito? Não estudou?

    Segundo alguns, parece que não. Só porque comparassem a cursinhos e decoram as peças que o Prof. recomenda acham que sabem de alguma coisa.

    No mais, em que pese ao respeito da liberdade, necessário que se consigne que o Exame de Ordem é inconstitucional.

    CF/88 – 5º, XIII – é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;

    Passar em Exame de Ordem não é qualificação profissional, senão que cursar regularmente o curso de bacharelado em Direito em Faculdades regularmente autorizadas a funcionar pelo Ministério da Educação.

    De comum sabença que não há de se aplicar interpretação restritiva a preceito fundamental.

    Não sei como o STF se auto-intitula guardião da Constituição.

  21. por favor reunam todas as assinaturas possiveis e imaginarias para q possamos se unir e anular a prova ou aprovacao de todos atencao so assim conseguremos se unam

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: